terça-feira, 18 de novembro de 2008

MAria...

MARIA
que ninguém queria
eu resolvi reformar.
Levei ao dentista, paguei ao dentista, ensinei a
falar
Fiquei satisfeito
Com o que tinha feito:
Serviço perfeito, trabalho de artista,
Mas Maria era esperta.
Esqueci a porta aberta
E ela fez a pista.
O tempo passou
Um dia Maria me procurou.
Seu jogo rasgou-me e já declarou
Que apesar do progresso
Que apesar do sucesso
Que tinha encontrado em seu caminho,
Apesar da riqueza
Conservava uma fraqueza
Pelo meu carinho.
Propos que eu voltasse
E compartilhasse
Com tudo que tinha.
Jurou-me ser minha, toda, todinha
Com a excessão natural
Eu não levei a mal
Mas no mesmo momento
Já descartei seu oferecimento
Orgulho eu não tenho
Mas sou homem demais
Para mais de cinquenta por cento.

0 Comments:

Se Liga, Aqui Tem Chat

Caso você escute barulhos estranhos ao entrar nesse Blog, Não se Apavore, são os "Sons do Chat" ao Final da Página, Desça até lá e troque uma idéia com a Galera Loka que Frequenta isso aqui, e Para desligar o Som Clique no Icone "Auto-Falante" do Chat, ou Desligue seu som, Ou dê um tiro no Ouvido, e se tudo Isso não Funcionar, tire as Calças e Pule em Cima como o Seu Madruga.

Dukaraleo no twitter

Nossa Comunidade!

Tempo

Pingar o BlogBlogs

Adicione aos Seus Favoritos


Adicione aos Favoritos

Adicione aos Favoritos

Pupilos DuKaRaLeO

Nuvem de Tags

Blogumulus by Roy Tanck and Amanda Fazani

Aviso

Essa pagina é melhor vizualizada com o FireFox . Pagina não adequada no Internet Explorer 6.0 Pode conter erros de visualização. Clique na Imagem e Baixe o Firefox Photobucket

Cidade dos Blogs!!

Seja nosso parceiro!

Colaboradores

Seguidores

Procure no Blog

Blog Archive